22 de nov de 2016

'Jean Wyllys defende nova minoria: Sérgio Cabral, Garotinho e Cunha'

Agora os ex-governadores presos são parte de uma minoria: ex-governadores e políticos presos. Quantos você já conheceu que tenham sido presos e quantos casos de corrupção você já viu?
Para salvar o petista Lula, Jean Wyllys do PSOL defende corruptos Eduardo Cunha Sérgio Cabral e Garotino
É só um corrupto aliado deles - no caso Dilma e Lula do PT são como patrões do PSoL e PCdoB, são os escolhidos como líderes máximos da extrema-esquerda fascista - ir parar atrás das grades para, aqueles que mentem defender o povo pobre, começar usar demagogias para defender corruptos.

Jean Wyllys só pode ter perdido o resto de vergonha, não é jurista, é um deputado por fama de ser ex-bbb, e quem sabe esteja com dias de parlamentar contados - pode perder cargo por cuspidas -, falta não fará, pois para defender bandido corrupto, existem advogados.
Leia parte do que informou Luciano Ayan:
Na página do deputado Jean Wyllys, o mesmo. Ele postou ainda ontem um textão no qual critica a atuação da polícia e do sistema judiciário em face das prisões de Anthony Garotinho e Sérgio Cabral. No texto, ele vem com a já conhecida conversa sobre “estado de direito”, violação de direitos humanos, etc. Tudo, naturalmente, não passa de teatro. E qual seria o objetivo disso, afinal?
Um dos principais objetivos certamente é preparar a cama. Se eles forçarem essa narrativa desde já, vão acostumar as pessoas com a ideia de que prender políticos é errado, pois na realidade é exatamente isso que eles querem dizer. Assim, quando prenderem Lula ou qualquer outro dos muitos que estão envolvidos nos mesmos esquemas, eles terão a narrativa pronta e já em uso.
Outro objetivo, certamente, é posar de dono das virtudes, mostrar “compaixão” até mesmo com os adversários[Jean Wyllys também achou a prisão de Eduardo Cunha um exagero, fez textão]. A questão, entretanto, é que Garotinho ou Cabral não são adversários de gente como Jean Wyllys. Pelo contrário.
Leia mais em: ceticismopolitico.com/o-teatrinho-dos-esquerdistas-que-foram-contra-a-prisao-de-garotinho/

Luciano Ayan lembrou também que, a pose de dono da virtude que Wyllys tenta passar, é uma fraude, pois um amiguinho LGBT do deputado disse que pegaria em armas para combater adversários políticos evangélicos e, Wyllys sorriu. Ora, que preocupação real tem Wyllys com 'direitos humanos' se acha graça de pessoas querendo se matar por política? Wyllys se preocupa com os 'direitos humanos' de venezuelanos sofrendo os horrores que Maduro, amiguinho e ídolo do PSoL, pratica na Venezuela? Não, mas está supostamente preocupado com direitos humanos de corruptos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...