16 de set de 2016

Lula inicia boataria petista sobre MP: 'Não temos provas, temos convicção'

Mentira de Lula sobre o MPF: Não temos provas, temos convicção
Mais uma fraude de petistas sujos e mentirosos desmascarada. Não faz muitos dias que um procurador do MPF teve de soltar uma nota para desmentir a boataria petista que repetiu que o MP teria dito que Dilma Rousseff não cometeu os crimes de pedalada fiscal, agora, não foi o MPF, mas o G1 se adiantou e foi verificar se algum investigador do MP teria dito que não haviam provas contra Lula, e descobriu que tratava-se de uma montagem de meias frases tiradas de contexto. É isso, para se passarem de vítimas de perseguição, eles mentem muito, tolo quem ainda acredita em qualquer coisa dita por petista, como já disse muito, o que petista disser, é melhor verificar o contrário, pois é possível que o contrário seja mais correto, mais confiável.

Leia o que informou Jornalivre:

Petistas fraudaram declarações de Dallagnol. O procurador nunca disse que “não tinha provas, mas sim convicção”
Para desqualificar as denúncias feitas ontem pelo Ministério Público Federal, alguns petistas passaram a espalhar a frase “Não temos provas, mas temos convicção”, atribuída ao procurador do Ministério Público Federal Deltan Dallagnol. A frase nunca foi dita por Dallagnol, ao menos na coletiva.
A fraude petista consiste em juntar frases distintas proferidas pelos procuradores em momentos diferentes da entrevista. Em um dos momentos, Deltan Dallagnol falou que o MP tinha “convicção de que Lula era o comandante do esquema criminoso alvo da operação Lava Jato”. Em outro momento, Roberson Pozzobon fala que, mesmo sem existir a “prova cabal sobre Lula ser proprietário do tríplex”, o quadro geral de provas aponta para o petista. Mais adiante, Dallagnol volta a falar que o MPF tem “convicção”.
Quem fez a descoberta da fraude foi o site G1, que verificou todas as falas da coletiva sem identificar a frase infame que supostamente colocaria por terra os argumentos jurídicos contra Lula. As frases manipuladas pelos petistas foram identificadas em vídeo, que pode ser visto neste link[glo.bo/2cyncBP].

Fica claro que a frase repetida a exaustão por petistas e linhas auxiliares na internet faz parte de uma fraude para desacreditar a força-tarefa responsável pela Operação Lava Jato e desqualificar a Justiça. Segundo os petistas, a Operação Lava Jato não passa de “uma tentativa de inviabilizar a candidatura de Lula em 2018”.
Informação: jornalivre.com/2016/09/15/petistas-fraudaram-declaracoes-de-dallagnol-o-procurador-nunca-disse-que-nao-tinha-provas-mas-sim-conviccao

Já que petistas criaram varias frases para atacar e tentar desmoralizar o MPF com suas mentiras, lá vai algumas similares:
rindoPetista mente mais que pescador, não tenho como provar, mas tenho certeza.
Cara rindoO que um petista fala, nem petistas acreditam. Não tenho como provar, mas tenho convicção.
cara de espantoO que político petista diz, militante finge acreditar e repete só para massagear o próprio ego ao sentir-se parte de uma quadrilha. Não tenho como provar, mas tenho convicção.


Lula ri ao dizer que mentia no exterior e falava mal do Brasil

E, para tentar justificar sua irresponsabilidade, ele diz que era modinha falar mal do Brasil. Modinha entre quem, entre velhacos sem vergonha?
Vídeo em: youtu.be/M5bOtqmvJHE




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...