12 de ago de 2016

Recurso à OEA é conversa mole que não dará em nada, diz Reinaldo Azevedo

A palhaçada é igual a tentativa de Lula entrar com requerimento na ONU contra a Lava-Jato ou contra Sérgio Moro, lembrou Jornalivre. Ambas ações são midiáticas na tentativa de jogar a população contra quem quer fazer justiça, mas também são ações muito similares à tentativa da atriz Leticia Sabetella ir até Roma falar com o Papa na possível e frustrada esperança que ele repetisse o engodo de que impeachment é 'golpe'. No mesmo modos, também existem as diversas ações contra Moro por parte de petistas, advogados deles e de Lula. Outra ação ainda mais ridícula, o falso 'Tribunal Internacional pela Democracia do Brasil' onde petistas e esquerdistas com sonho de ditadura comunista simularam um julgamento aos modos ditatoriais de seus sonhos - com petistas fazendo a defesa do "réu", que no caso tratava-se do impeachment -, tudo com o fim de enganar ingênuos e fazer mídia, ou choradeiras em sites vendidos.
Recurso à OEA é conversa mole que não dará em nada
No caso do recurso ao OEA, Reinaldo Azevedo lembra que nem poder para impedir o impeachment OEA tem. - Se OEA desse alguma determinação, ela humilharia os petistas, mas, como a decisão pode demorar, a humilhação se dará daqui alguns anos ou meses, infelizmente aí a coisa já esfriou e poucos lembrarão. Reinaldo esclarece que, mesmo que fosse favorável ao PT, a decisão de OEA vale tão pouco que já foi ignorada antes, até pela petista Dilma, leia:

"Não passa de patacoada. Para lembrar: junto com a Corte, a Comissão compõe o chamado Sistema Interamericano de Proteção aos Direitos Humanos. O Brasil é signatário da Convenção Americana de Direitos Humanos, conhecido como “Pacto de San José da Costa Rica”, mas isso não cassa a soberania do país. As nossas questões internas não estão submetidas a um juízo internacional.

Vamos ver. Em 2010, a pedido da comissão, a Corte Interamericana determinou que o Brasil declarasse sem validade a Lei de Anistia, que é de 1979 — lei, reitere-se, que já havia passado pelo crivo do Supremo, que declarara a sua higidez.

Ora, o que fez o STF? Deu de ombros. Não está obrigado a seguir decisão nenhuma. É autônomo e só deve obediência à Constituição.

Mais: não custa lembrar que a própria Dilma se indispôs com a Comissão em 2011. Ora, a turma decidiu que o Brasil precisava suspender a construção da Usina de Belo Monte. A “decisão” gerou um grande barulho internacional.

E o que fez Dilma? Não só mandou a comissão plantar batatas como ainda suspendeu a verba que o Brasil deveria mandar àquele órgão".
Fonte e restante em:
http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/petistas-recorrem-a-comissao-de-direitos-humanos-da-oea-e-conversa-mole-nao-dara-em-nada/



Mentir e enganar é com PTralha, chegam se reunir me mesa redonda para curso, assista: www.youtube.com/watch?v=M5bOtqmvJHE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...