9 de jul de 2016

STF complacente com petralha será uma pauta da manifestação de 31-7

STF vai virar alvo em manifestações dia 31-7
O STF já foi antes exposto por diversas vezes agir como um 'curralzinho ou puxadinho do PT', sabe-se que existem 5 dos 11 ministros que foram escolhidos por Dilma, mais 3 por Lula, pessoas que prestaram serviço ao PT e petistas, um que tem filho ou parente que recebeu cargo do desgoverno do PT e, diversas outras ligações de diferentes ministros, como contratação de palestras deles por governos petistas, empresas de parentes ligadas ao setor público.... Sem contar isso tudo, nas últimas semanas, alguns dos ministros deram - novamente - sinais de falta de imparcialidade, de seus desejos de serem 'deuses', de desejo pela continuidade da cleptocracia. Mais abaixo, você poderá ver links para notícias e fatos que demonstram isso, mas antes, dê uma olhada no post de O Antagonista sobre as pautas das manifestações 31-7:
O Vem Pra Rua destrincha a pauta das manifestações marcadas para 31 de julho em todo o país:

- Proteção à Lava Jato até o final.

- Lugar de corrupto é na CADEIA. Viu, STF?

- Queremos as 10 medidas contra a corrupção APROVADAS.

- Fim dos privilégios para políticos.

- Dilma de Volta? Nem a pau!

O fim dos privilégios inclui o fim do foro privilegiado, claro.
Fonte: www.oantagonista.com/posts/a-pauta-das-manifestacoes-de-31-7

Um STF nas mãos do poder. Veja poucas das muitas bizarrices do STF:

Toffoli solta mais um preso$ na Operação Custo Brasil

A decisão de Toffoli, do STF, em soltar o ex-ministro Paulo Bernardo(marido de Gleisi/PT), ainda dizer que a prisão teria sido 'constrangimento ilegal' constrangeu é muito brasileiro. Procuradores Carlos Fernando dos Santos e Diogo Castor de Mattos, da Lava Jato, compararam a decisão de Dias Toffoli à "twist carpado", também pela velocidade da decisão de soltura, que pode ser incomum se comparado à lentidão de outras decisões de Toffoli. Leia parte do que procuradores disseram a Folha de S.Paulo:
"[Paulo Bernardo] preso preventivamente pela Justiça Federal de São Paulo com base em provas do recebimento de cerca de R$ 7 milhões em propina."
(...)
"...ministro Dias Toffoli, em apenas dois dias (segundo a Fundação Getulio Vargas do Rio, o mesmo ministro leva em média 29 dias para analisar pedidos liminares), sem oitiva do procurador-geral da República, concedeu habeas corpus em favor de Paulo Bernardo.

Aplicou um salto duplo twist carpado nas duas instâncias inferiores, os juízes naturais competentes, e nos inúmeros outros habeas corpus das pessoas 'comuns' que esperam um veredito há muito mais tempo".
Leia mais: "Duplo twist carpado de Dias Toffoli"(clique)
Decisão de Toffoli, soltar Paulo Bernardo, provocou avalanche de pedidos de soltura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...