19 de jun de 2017

'Fim de Cunha e Lula, Época lança Temer como chefe da ORCRIM mais perigosa do Brasil'

Esqueça o Petrolão e Mensalão, Temer é o perigo?
Logicamente que Eduardo Cunha e Lula são corruptos poderosos, Cunha fora muito acusado na programação da Globo(de mesma grupo da revista Época) de ser perigoso chefe de quadrilha, e isso que Cunha não fez a metade dos males que Lula fez ao Brasil, e, o pessoal da Globo só percebeu que Cunha era perigoso chefe de ORCRIM depois dele ter se voltado contra o PT. Não é interessante?
Se a reportagem da Época tem como fim apenas minimizar a Globo da vergonha em ter mentido sobre a gravação de Temer - transformando mentiras em verdades por repetição -, ou se pretende ganhar algum por fora - lembrando que sua J&F pode gastar muito em propaganda de seus inúmeros produtos, bem como gastava o governo do PT - para ter exclusividade de Joesley e ajudar salvar sua delação mega premiada(que corre risco), é uma coisa que poucos poderão ter certeza, mas que a Globo pegou leve com um governo corrupto que esbanjava bilhões de impostos em propaganda, isso é consenso de muitos. Você viu os grupos da Globo pegar tão pesado com um presidente durante o governo do PT? Aquele governo cometendo crimes contínuos por 13 anos e com propagandas cinematográficas pintava um Brasil em imenso crescimento.

Joesley, o criminoso cheio de 'informações', nada de muito novo.

Já Joesley, que confessa ter financiado várias ORCRIMs, tenta dar uma de criminoso espertão, para não ser visto como parceiro de criminosos, tenta se lançar como vítima de Eduardo Cunha, de Lula(através de Mantega), como vítima de Temer a quem ele mesmo procurou e que ele acusa de não fazer cerimônia para pedir propina(coisa que ele não provou mesmo tendo gravador escondido e tempo para lançar armadilha onde Temer falaria de propina).
Joesley tenta ainda aproveita para usar o que as pessoas já sabiam - coisas como corrupção institucionalizada, partidos pequenos e compráveis - usando também o rótulo que a extrema-esquerda adorou jogar contra um criminoso conservador (contra Cunha) e que agora copiou para jogar contra Temer, o rótulo de 'mais perigoso chefe de quadrilha', de ORCRIM.
Toda essa artilharia de Joesley, para dar a entender que as 'informações' e delação dele salvam a pátria ou garantem que a Lava-Jato não terá um fim pelas 'mãos da ORCRIM de Michel Temer'.
O que o criminoso da JBS tenta fazer na mídia, é apenas uma jogada onde ele sairia ganhando após pagar propinas para obter vantagens do BNDES - que com impostos ajudou o grupo do Joesley passar de faturamento menor de 10 bilhões para 170 bilhões -, faz quase o mesmo que o Marcelo Odebrecht tentou fazer, usar alguma grande mídia para conquistar a esquerda suja e de lambuja manipular a opinião pública, manipular a sociedade que quer Joesley atrás das grades e os bilhões desviados devolvidos, e não a delação mega premiada que ele obteve.

Veja o que publicou JornaLivre com entrevista da Época:

Capa da Época diz que Temer é hoje chefe de uma quadrilha criada por Lula


Em uma entrevista que promete acabar com a República, o empresário Joesley Batista, um dos donos do grupo J&F, holding dos frigoríficos JBS, Joesley Batista, disse que Temer é o “chefe da quadrilha mais perigosa do Brasil”. A declaração está em entrevista à revista Época.

Joesley deu mais um depoimento nesta sexta (16) na sede da PF, em Brasília. Sobre o governo, disse: “Nunca foi uma relação de amizade. Sempre foi uma relação institucional, de um empresário que precisava resolver problemas e via nele a condição de resolver problemas. Acho que ele me via como um empresário que poderia financiar as campanhas dele – e fazer esquemas que renderiam propina. Toda vida tive total acesso a ele. Ele por vezes me ligava para conversar, me chamava, eu ia lá”.

Ele disse que todas as reuniões estavam anexadas a algum pedido ou favor: “Uma delas foi quando ele pediu os R$ 300 mil para fazer campanha na internet antes do impeachment, preocupado com a imagem dele. Fazia pequenos pedidos”, detalhou.

Ele cita todos os políticos ligados a Temer – Eduardo Cunha, Padilha e Moreira Franco – como um grupo liderado pelo próprio presidente: “Quem não está preso está hoje no Planalto. Essa turma é muita perigosa. Não pode brigar com eles. Nunca tive coragem de brigar com eles. Por outro lado, se você baixar a guarda, eles não têm limites. Então meu convívio com eles foi sempre mantendo à meia distância: nem deixando eles aproximarem demais nem deixando eles longe demais. Para não armar alguma coisa contra mim”.

Há um detalhe adicional. Na entrevista, Joesley disse que o esquema foi criado na época do PT. Sendo assim, Temer seria hoje o chefe de uma quadrilha criada por Lula.

Fonte: jornalivre.com/2017/06/17/capa-da-epoca-diz-que-temer-e-hoje-chefe-de-uma-quadrilha-criada-por-lula

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...