15 de out de 2016

“Rodrigo Maia(DEM) quer dar golpe antidemocrático da lista fechada”, dizem ativistas pela democracia

Diversos ativistas, jornalistas e movimentos sociais(movimentos sociais e não grupos financiados para repetir discurso partidário) tem tratado a proposta de 'voto em lista fechada' como golpe antidemocrático e, culpado Rodrigo Maia por apoiá-lo. Não teria como eles verem de forma diferente, pois é tirar o direito do povo em escolher um parlamentar e dar esse poder apenas aos partidos(ou seus líderes) que podem ser influenciados por poderosos 'coronéis' ou até mesmo por outros partidos como o PT - coisa que já aconteceu muitas vezes -. É coisa de gente que gosta de gritar democracia e usar termos como 'Diretas Já' mas propõe e tentam implantar uma forma moderna e dissimulada de eleição indireta para deputados e vereadores.
Luciano Ayan expôs que a 'lista fechada' vai tirar do povo a chance de renovação de políticos no parlamento e, que ela é uma oportunidade extra e poderosa para implantação de ditaduras baseadas ou iniciadas com - entre outras coisas - compra de apoio de políticos. Essa lista fechada aumentará possibilidade de políticos maquiavélicos(como são muitos do PT e comparsas), em manipular políticos - alguns políticos são mesquinhos e assim compráveis, outros ingênuos e despreparados para truques e táticas de maquiavélicas -, justamente agora que a sociedade percebeu seu poder de pressão, mobilização e mudança do sistema corrupto da política. O fato é que maquiavélicos que querem implantar ditaduras são excelentes jogadores e 'arquitetos' para modelos de tomada de poder, atualmente tem maior sucesso de enganar políticos do que em enganar a população que usa redes sociais e internet para discutirem e alertarem sobre as táticas sujas e truques dos tiranos, assim, dar ao partido(seus políticos) ainda mais poder de decisão sobre quem serão os parlamentares eleitos - como faria a lista fechada - é dar mais chance aos maquiavélicos que conseguirão influenciar estes, tirando o poder da sociedade e da democracia.
Leia o que publicou Luciano Ayan em: ceticismopolitico.com/votacao-em-lista-fechada-e-golpe-de-maia-para-acabar-com-a-democraciaO Reacionário expôs - entre outra coisas - Rodrigo Maia quase como um petista, ou aliado disfarçado deles e seus comparsas, expôs alguns indícios de ligações entre Maia e o PT(e/ou comparsas) e as falácias do deputado para tentar validar o debochado e sujo projeto de 'voto em lista fechada'. Leia artigo de O Reacionário em: oreacionario.blog.br/2016/10/a-proposta-golpista-de-maia-pretende.html

Reinaldo Azevedo também se posicionou contra e chamou a lista fechada de "Golpe ao eleitor" - não li ainda - mas por questões de informação, pode acessar em: https://jornalivre.com/2016/10/14/reinaldo-azevedo-esmaga-proposta-ditatorial-de-voto-em-lista-fechada-golpe-no-eleitor

Sobre a 'lista fechada', leia o que publicou o MBL:

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), está defendendo voto em lista fechada para as próximas eleições. Para se ter uma idéia, o relator da proposta será o petista Vicente Cândido.
ENTENDA O VOTO EM LISTA FECHADA:
Os eleitores votariam apenas no partido, não mais em deputados. O partido é quem decide quem é eleito ou não. Os eleitores até podem saber quem está na lista antes de votarem, mas isso, sem dúvida, limita muito a possibilidade de voto.
Seria entregar o país apenas a caciques e coronéis. O voto voltaria a ser indireto. Não queremos um país assim!
Rodrigo Maia, largue essa proposta!
Meme e post do MBL: facebook.com/mblivre/photos/a.204296283027856.1073741829.204223673035117/450713958386086

O Vem Pra Rua Brasil também se posicionou contra a sacana "lista fechada"

O Vem Pra Rua, numa de suas postagens, inclusive colocou endereços de E-mail, telefone, redes sociais de Maia para o povo pressionar. Veja parte do que postou o movimento:

"O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, quer que as eleições para vereador e deputado sejam feitas por meio de listas fechadas por partido. Você não votaria mais em nomes e sim em partidos.
Você topam isso?
Se não topam, como nós não topamos, vamos dizer não às listas?"

Post com os dados do deputado Maia, presidente da Câmara em: facebook.com/VemPraRuaBrasil.org/photos/a.344411022406919.1073741828.344408492407172/655222557992429


Quem gostou da 'lista fechada' foi a extrema-esquerda fascista, incluindo um famoso blog petista cujo dono é investigado por envolvimento em corrupção do governo do PT, e, outro blogueiro também envolvido em escândalos de corrupção petista. Leia crítica em: jornalivre.com/2016/10/14/rodrigo-maia-recebe-apoio-macico-de-blog-petista-brasil247-ao-propor-o-fim-da-democracia

12 de out de 2016

Lista de deputados que votaram contra a PEC 241, cúmplices do PT são a maioria

Não é nem preciso dizer que a PEC 241 é necessária para garantir que novos governos irresponsáveis façam o que Dilma fez e para que passe segurança aos investidores e empresários que geram empregos.
Lista de deputados contra a responsabilidade do governo federal
Quanto à mentira que faltará dinheiro para a saúde e educação, ela se quebra, pois falta dinheiro quando irresponsáveis quebram um país como os companheiros de petistas mal-intencionados fizeram na Venezuela. Outra coisa é que os repasses aos governos de estado não são atingidos pela PEC, permitindo que estes invistam mais em educação e saúde e até que o Governo Federal faça repasses para os mesmos. Assim, o que petistas dissimulados e outros da extrema-esquerda querem é garantir que no futuro eles tenham a chance de governar inchando o estado com mais e mais tetas para assim destruírem a democracia, coisa que quase conseguiram.

São 111 deputados que votaram contra a PEC Anti-Pedaladas, veja:

  1. Janete Capiberibe (PSB-AP)
  2. Professora Marcivania (PCdoB-AP)
  3. Arnaldo Jordy (PPS-PA)
  4. Beto Faro (PT-PA)
  5. Edmilson Rodrigues (PSOL-PA)
  6. Zé Geraldo (PT-PA)
  7. Expedito Netto (PSD-RO)
  8. Angelim (PT-AC)
  9. César Messias (PSB-AC)
  10. Leo de Brito (PT-AC)
  11. Professora Dorinha Seabra Rezende DEM-TO)
  12. Eliziane Gama (PPS-MA)
  13. Rubens Pereira Júnior (PCdoB-MA)
  14. Weverton Rocha (PDT-MA)
  15. Zé Carlos (PT-MA)
  16. André Figueiredo (PDT -CE)
  17. Chico Lopes (PCdoB -CE)
  18. José Airton Cirilo (PT -CE)
  19. José Guimarães (PT -CE)
  20. Leônidas Cristino (PDT -CE)
  21. Luizianne Lins (PT -CE)
  22. Odorico Monteiro (PROS -CE)
  23. Vicente Arruda (PDT -CE)
  24. Assis Carvalho (PT-PI)
  25. Zenaide Maia (PR-RN)
  26. Luiz Couto (PT-PB)
  27. Danilo Cabral (PSB-PE)
  28. Gonzaga Patriota (PSB-PE)
  29. João Fernando Coutinho (PSB-PE)
  30. Luciana Santos (PCdoB-PE)
  31. Tadeu Alencar (PSB-PE)
  32. Wolney Queiroz (PDT-PE)
  33. JHC (PSB-AL)
  34. Paulão (PT-AL)
  35. Ronaldo Lessa (PDT-AL)
  36. Bosco Costa (PROS-SE)
  37. João Daniel (PT-SE)
  38. Afonso Florence (PT-BA)
  39. Alice Portugal (PCdoB-BA)
  40. Caetano (PT-BA)
  41. Daniel Almeida (PCdoB-BA)
  42. Félix Mendonça Júnior (PDT-BA)
  43. Jorge Solla (PT-BA)
  44. Moema Gramacho (PT-BA)
  45. Nelson Pellegrino (PT-BA)
  46. Valmir Assunção (PT-BA)
  47. Waldenor Pereira (PT-BA)
  48. Adelmo Carneiro Leão (PT-MG)
  49. George Hilton (PROS-MG)
  50. Jô Moraes (PCdoB-MG)
  51. Júlio Delgado (PSB-MG)
  52. Leonardo Monteiro (PT-MG)
  53. Margarida Salomão (PT-MG)
  54. Padre João (PT-MG)
  55. Reginaldo Lopes (PT-MG)
  56. Padre João (PT-MG)
  57. Patrus Ananias (PT-MG)
  58. Subtenente Gonzaga (PDT-MG)
  59. Weliton Prado (PMB-MG)
  60. Givaldo Vieira (PT-ES)
  61. Helder Salomão (PT-ES)
  62. Alessandro Molon (REDE-RJ)
  63. Benedita da Silva (PT-RJ)
  64. Cabo Daciolo (PTdoB-RJ)
  65. Chico Alencar (PSOL-RJ)
  66. Chico D Angelo (PT-RJ)
  67. Clarissa Garotinho (PR-RJ) - Alguém lembra que queria se isentar da votação do impeachment para, a pedido do pai, ajudar salvar Dilma?
  68. Fabiano Horta (PT-RJ)
  69. Glauber Braga (PSOL-RJ)
  70. Jandira Feghali (PCdoB-RJ)
  71. Jean Wyllys (PSOL-RJ)
  72. Luiz Sérgio (PT-RJ)
  73. Miro Teixeira (REDE-RJ)
  74. Walney Rocha (PEN-RJ)
  75. Ana Perugini (PT-SP)
  76. Andres Sanchez (PT-SP)
  77. Arlindo Chinaglia (PT-SP)
  78. Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP)
  79. Carlos Zarattini (PT-SP)
  80. Ivan Valente (PSOL-SP)
  81. José Mentor (PT-SP)
  82. Luiza Erundina (PSOL-SP)
  83. Major Olimpio (Solidariedade-SP)
  84. Nilto Tatto (PT-SP)
  85. Orlando Silva (PCdoB-SP)
  86. Paulo Teixeira (PT-SP)
  87. Valmir Prascidelli (PT-SP)
  88. Vicente Candido (PT-SP)
  89. Vicentinho (PT-SP)
  90. Ságuas Moraes (PT-MT)
  91. Erika Kokay (PT-DF)
  92. Rôney Nemer (PP-DF)
  93. Rubens Otoni (PT-GO)
  94. Dagoberto (PDT-MS)
  95. Vander Loubet (PT-MS)
  96. Zeca do Pt (PT-MS)
  97. Aliel Machado REDE-PR)
  98. Assis do Couto (PDT-PR)
  99. Enio Verri (PT-PR)
  100. Marcelo Belinati (PP-PR)
  101. Angela Albino (PCdoB-SC)
  102. Carmen Zanotto (PPS-SC)
  103. Décio Lima (PT-SC)
  104. Pedro Uczai (PT-SC)
  105. Afonso Motta (PDT-RS)
  106. Bohn Gass (PT-RS)
  107. Heitor Schuch (PSB-RS)
  108. Henrique Fontana (PT-RS)
  109. Jose Stédile (PSB-RS)
  110. Marco Maia (PT-RS)
  111. Marcon (PT-RS)
  112. Pepe Vargas (PT-RS)
Fonte: http://www.camara.leg.br/internet/votacao/mostraVotacao.asp?ideVotacao=7214&numLegislatura=55&codCasa=1&numSessaoLegislativa=2&indTipoSessaoLegislativa=O&numSessao=251&indTipoSessao=E&tipo=uf


São na maioria gritante, políticos inconsequentes e apoiadores da irresponsabilidade petista, pois é o joguinho do PT que eles jogam. Veja algumas das vantagens da PEC antipedalada que desmentem parte do que mente o PT, pois desmentir tudo é impossível, leia o que publicou o Planalto:
"...a nova regra não tem qualquer impacto na educação para 2017, o primeiro ano de vigência da PEC. “O gasto da educação vai seguir a regra constitucional que determina que 18% de tudo o que o governo arrecada tem de ser aplicado em educação. Nos anos seguintes, o valor mínimo a ser aplicado será corrigido pela inflação”, explicou.

No caso da saúde, informou o secretário, o orçamento da área aumentará. A regra atual determina que 13,7% da arrecadação deveria ser aplicada na área. Com a PEC, o percentual de 15%, que estava previsto anteriormente para ser atingido em 2020, vira realidade no próximo ano. Assim, o valor mínimo a ser investido em saúde vai crescer R$ 10 bilhões.

O secretário ressaltou, porém, que, a partir de 2018, os pisos para educação e saúde passam a ser corrigidos pela inflação do ano anterior".

Fonte: www2.planalto.gov.br/acompanhe-planalto/noticias/2016/10/saude-e-educacao-estao-protegidas-no-texto-da-PEC-241
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...