4 de jul de 2016

Valor que Dilma perdoou dívida de ditadura é próximo ao gasto com arte pelo filho do ditador

Dilma e Lula deram dineiro de imposto para ditadura comprar obras do estilista Yves Saint Laurent
O filho do ditador de Guiné Equatorial, em 2012, foi condenado pela França por usar US$ 20 milhões de recursos públicos para comprar a coleção de arte do estilista Yves Saint Laurent. Em 2013, Dilma perdoou a dívida de R$ 27 milhões do país com o Brasil, um feito que, certamente foi usado pelo ditador para mentir ao seu país que isso foi um belo feito que a amizade e boas relações dele conseguiram. Mas a coisa não para nisso, os companheiros doadores de campanha para o PT se beneficiaram das relações de nossos 'líderes' bolivarianos do PT e, além de exportarem corrupção para ajudar o ditador explorar o povo daquele país, ainda ajudaram o filho do ditador aqui no Brasil a fugir da justiça, e pode ter certeza que tiveram a ajuda do desgoverno do PT para o crime.

Através de mensagens obtidas pelas investigações da Lava Jato, parte da sujeirada foi descoberta, inclusive indícios do governo petista ter agido para favorecer negócios das empreiteiras amigas do PT com o ditador Obiang. Mensagem no celular de Léo Pinheiro incrimina Lula, clique e leia

Empreiteiros tiveram informação privilegiada do governo do PT, sobre a França ter pedido extradição do 'filhote de ditador'


Segundo a Folha:
Antes de Dilma visitar a Guiné Equatorial, o filho do ditador, Teodorín Obiang, passou
o carnaval no Rio e conseguiu escapar de um pedido de extradição feito pela França graças a ajuda de executivos da OAS.

Numa mensagem enviada a Pinheiro após o Carnaval de 2013, um diretor da empreiteira chamado César Uzeda diz o seguinte: “Nós avisamos a Teodorim na quarta-feira e ele deixou o Brasil, como a França pediu ao gov. brasileiro a extradição dele, havia o risco de ele ficar impedido de deixar o Brasil. Isto é mal [sic] para os negócios brasileiros lá. Vamos ver como fica a viagem de Dilma”, dizia.

A França decretou a prisão do filho do ditador em 2012, após ele ter sido condenado naquele país por lavagem de dinheiro após comprar com recursos públicos a coleção de arte do estilista Yves Saint Laurent (1936-2008), por US$ 20 milhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...