29 de mai de 2016

Renan cogitava apoiar Lula para ministro que governaria num semi-parlamentarismo

Renan Calheiros queria salvar Lula para virar primeiro ministro, pixuleco de estimaçãoPolíticos acusados de vários casos de corrupção, que só estão ainda na política graças à inércia do nosso STF e seus companheiros, políticos tipo Renan, que gostam do PT governando, o PT lhes dá poder, garante a impunidade que eles veem tentando manter, que lhes permite tentar destruir a Lava Jato. Agora isso tudo fica muito claro, apesar de, para tentar se manter, aos olhos da sociedade caras como Renan posam de coerentes que não tem lado, que o lado deles é o melhor para o Brasil, fica claro é que eles querem mesmo é manter seu poder, manter seus companheiros mandando no Brasil e sugando os impostos do povo, para eles próprios, familiares e seus amigos empresários, um bando de incompetentes que só se mantêm fazendo da política um balcão de negócio, muito sujo.

Você verá em parte do áudio entre Renan e Machado, que eles cogitavam deixar Lula como um ministro numa espécie de parlamentarismo disfarçado de presidencialismo. Leia:
RENAN - Eu marquei para segunda-feira uma conversa inicial com [inaudível] para marcar... Ela me disse que a conversa dela com João Roberto [Marinho] foi desastrosa. Ele disse para ela... Ela reclamou. Ele disse para ela que não tinha como influir. Ela disse que tinha como influir, porque ele influiu em situações semelhantes, o que é verdade. E ele disse que está acontecendo um efeito manada no Brasil contra o governo.

MACHADO - Tá mesmo. Ela acabou. E o Lula, como foi a conversa com o Lula?

RENAN - O Lula está consciente, o Lula disse, acha que a qualquer momento pode ser preso. Acho até que ele sabia desse pedido de prisão lá...

MACHADO - E ele estava, está disposto a assumir o governo?

RENAN - Aí eu defendi, me perguntou, me chamou num canto. Eu acho que essa hipótese, eu disse a ele, tem que ser guardada, não pode falar nisso. Porque se houver um quadro, que é pior que há, de radicalização institucional, e ela resolva ficar, para guerra...


Machado perguntou sobre Lula ficar, Renan disse '[Lula]me perguntou'.
Renan diz à Lula que a hipótese dele assumir deve ser guardada, não pode falar nisso. A intenção clara é que isso seja feito silenciosamente, de forma que o povo não perceba para não se revoltar(radicalização) - na verdade é o que aconteceu em março e abril, Lula estava lá de ministro mandando -, e quando Renan fala em Dilma ficar para guerra possivelmente é não aceitar que Lula mande mais que ela, não aceitar o modo de agir e decisões do chefe. Em outro trecho das gravações Renan e Machado cogitavam convencê-la a tirar licença. É o semi-parlamentarismo dos canalhas, enganando o povo, solapando a democracia.

Veja outra parte da conversa, onde eles falavam de parlamentarismo, porém, não foi essa a única, em outra gravação eles voltaram a cogitar, e falar em semi-parlamentarismo, porém, já com menos esperança. Leia:

MACHADO - Ela não tem força, Renan.

RENAN - Mas aí, nesse caso, ela tem que se ancorar nele. Que é para ir para lá e montar um governo. Esse aí é o parlamentarismo sem o Lula, é o branco, entendeu?

MACHADO - Mas, Renan, com as informações que você tem, que a Odebrecht vai tacar tiro no peito dela[Dilma], não tem mais jeito.

RENAN - Tem não, porque vai mostrar as contas. E a mulher é [...] ela é corrupta

A parte corrupta, foi descoberto depois, que a Folha(quem vazou a gravação) tentou esconder ao transcrever o áudio.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...