4 de out de 2014

Vídeo do Silas que foi censurado do Youtube por falar a verdade sobre Dilma, não será esquecido

Censurado vídeo do Silas falando verdade sobre Dilma
O vídeo onde Silas faz um desabafo sobre a postura de presidente Dilma na ONU foi retirado do Youtube por motivos de impedir a liberdade de expressão de quem falou a verdade e não concorda com presidentes ditadores. Ditadores e corruptos, que usam os Correios para distribuir panfleto e sindicato da Petrobras para fazer campanha do medo.


https://www.youtube.com/watch?v=Illj9x8hchs
Mas, talvez você pode ainda vê-lo.
https://www.youtube.com/watch?gl=ES&hl=es&v=Illj9x8hchs



Numa ditadura, será proibido criticar Dilma


Sério, acho que já é, bastou o vídeo cair no gosto das pessoas, com mais de meio milhão de visualizações só no YouTube, em menos de 3 dias, onde, quem negativou o conteúdo do vídeo nem chegou a 10% das pessoas que gostaram(concordaram) com o pastor.

A censura ficou meio que óbvio, diante das alegações dadas pelos petistas e endossadas pelo ministro. Disse que o pastor “degrada a imagem da Sra. Dilma Vana Rousseff, bem como incita, direta ou indiretamente, animosidade entre grupos que professam religiões ou crenças diversas (na hipótese, cristianismo x islamismo).

Incita animosidade, agora, se eu falar algo de católicos e depois falar de crentes eu estarei incitando animosidade. Sendo assim, vamos proibir piada, músicas, filmes, novelas, futebol...

"Degrada a imagem da Dilma", e a imagem do Brasil quando a presidente vai sugerir que alguém vá dialogar com terroristas? Vai na ONU fazer campanha eleitoral e gabar os 12 anos do governo PT? Se alguém degrada a imagem da Dilma é a Dilma.

É proibido criticar a Dilma, mas não é proibido mentir que Aécio e Marina vão destruir o Brasil, vão tirar a comida da mesa das pessoas.

Vejam parte do que diz Luciano em seu site Ceticismo político

Claro que existe algo de muito suspeito na atitude do ministro, mas o site Reaçonaria matou a charada. Observe esse trecho da biografia de Herman na Wikipedia:
Indicado pelo ex-presidente da república Luís Inácio Lula da Silva para ministro do eg. Superior Tribunal de Justiça, em virtude de aposentadoria do ministro Edson Vidigal. Após sabatina no Senado Federal, seu nome foi aprovado pelo plenário daquela casa com 51 votos favoráveis, 2 contrários e uma abstenção.2 Foi empossado em 6 de setembro de 2006.3

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...