25 de set de 2016

'Blogueiro petista, Paulo Henrique Amorim será investigado', informa Jornalivre

"Paulo Henrique Amorim e o ex-deputado e ex-delegado da PF, Protógenes Queiroz, são suspeitos de utilizarem meios de comunicação social para fazer pressão em cima de juízes a fim de prejudicar o banqueiro Daniel Dantas, isso ainda nos tempos da Operação Satiagraha", informou o site Jornalivre.

Blogueiro petista, do 'olá tudo bem?' Paulo Henrique Amorim será investigado
Parece que empresa da operadora OI, já envolvida junto com PT e Lula em escândalo de corrupção internacional. O fato agora pode mostrar uma verdadeira perseguição de petistas contra empresário - não seria a primeira e, intuito novamente seria tirar vantagens -, com uso de mídia suja do petista e um petralha infiltrado na PF - você lembra que PT queixou-se da não aparelhar PF e MP? Agora vê o que seria mais um motivo - para obter vantagem empresarial sobre outra pessoa(ou dobrá-la) que, talvez não estaria de acordo com o perfil ideológico dos 'lulistas' e/ou não colaborava com os planos de poder do PT. Tudo isso, aconteceu antes do caso onde Lula teria usado a OI(hoje dona da Brasil Telecom) para fazer negócios obscuros em Portugal. Leia outro trecho da informação de Jornalivre:
De acordo com a representação, Protógenes conduzia as operações e combinava com o blogueiro Paulo Henrique Amorim, chamado de “jornalista de aluguel ou mercenário do jornalismo”, a publicação de informações, nem sempre verdadeiras, para influenciar juízes a tomar decisões desfavoráveis a Dantas. Com isso, diz o documento, os dois beneficiariam o empresário Luís Roberto Demarco, adversário de Dantas no mercado financeiro e com quem disputava o controle acionário da Brasil Telecom. Essa disputa foi o que virou alvo da Operação Satiagraha.
O caso é que para PHA tudo isso soa muito familiar. O blogueiro é recordista em processos por calúnia, difamação e até por racismo.

16 de set de 2016

Lula inicia boataria petista sobre MP: 'Não temos provas, temos convicção'

Mentira de Lula sobre o MPF: Não temos provas, temos convicção
Mais uma fraude de petistas sujos e mentirosos desmascarada. Não faz muitos dias que um procurador do MPF teve de soltar uma nota para desmentir a boataria petista que repetiu que o MP teria dito que Dilma Rousseff não cometeu os crimes de pedalada fiscal, agora, não foi o MPF, mas o G1 se adiantou e foi verificar se algum investigador do MP teria dito que não haviam provas contra Lula, e descobriu que tratava-se de uma montagem de meias frases tiradas de contexto. É isso, para se passarem de vítimas de perseguição, eles mentem muito, tolo quem ainda acredita em qualquer coisa dita por petista, como já disse muito, o que petista disser, é melhor verificar o contrário, pois é possível que o contrário seja mais correto, mais confiável.

Leia o que informou Jornalivre:

Petistas fraudaram declarações de Dallagnol. O procurador nunca disse que “não tinha provas, mas sim convicção”
Para desqualificar as denúncias feitas ontem pelo Ministério Público Federal, alguns petistas passaram a espalhar a frase “Não temos provas, mas temos convicção”, atribuída ao procurador do Ministério Público Federal Deltan Dallagnol. A frase nunca foi dita por Dallagnol, ao menos na coletiva.
A fraude petista consiste em juntar frases distintas proferidas pelos procuradores em momentos diferentes da entrevista. Em um dos momentos, Deltan Dallagnol falou que o MP tinha “convicção de que Lula era o comandante do esquema criminoso alvo da operação Lava Jato”. Em outro momento, Roberson Pozzobon fala que, mesmo sem existir a “prova cabal sobre Lula ser proprietário do tríplex”, o quadro geral de provas aponta para o petista. Mais adiante, Dallagnol volta a falar que o MPF tem “convicção”.
Quem fez a descoberta da fraude foi o site G1, que verificou todas as falas da coletiva sem identificar a frase infame que supostamente colocaria por terra os argumentos jurídicos contra Lula. As frases manipuladas pelos petistas foram identificadas em vídeo, que pode ser visto neste link[glo.bo/2cyncBP].

Fica claro que a frase repetida a exaustão por petistas e linhas auxiliares na internet faz parte de uma fraude para desacreditar a força-tarefa responsável pela Operação Lava Jato e desqualificar a Justiça. Segundo os petistas, a Operação Lava Jato não passa de “uma tentativa de inviabilizar a candidatura de Lula em 2018”.
Informação: jornalivre.com/2016/09/15/petistas-fraudaram-declaracoes-de-dallagnol-o-procurador-nunca-disse-que-nao-tinha-provas-mas-sim-conviccao

11 de set de 2016

Manifestação 'Fora Temer' vira um 'Vem Candidato do PT' e aliados oportunistas

Quer maior mostra de oportunismo e manipulação? As manifestações pedindo 'novas eleições', 'Fora Temer', 'Moro na Cadeia' ou o novo engodo de 'diretas já' viraram o que oportunistas queriam que virasse, palanque para candidato petista e seus aliados como do PSOL, PCdoB e outros, claro que não perdem também a oportunidade de tentar enfraquecer a imagem da operação Lava-Jato e de Sérgio Moro, mostrando cartazes e coletes ridículos de 'Moro na cadeia' aos participantes. As manifestações do PT se mostram um verdadeiro ataque ao que é bom para o Brasil, que vão desde ataques ás investigações e tentar destruir um governo que durará míseros 2 anos e poderá tirar o Brasil da crise em que o PT e Dilma o colocaram. Tanto é que, já foi mostrado aqui que as novas eleições que o PT finge pedir, nem eles acreditam.
As fotos de petistas felizes nas manifestações são prova do oportunismo da extrema-esquerda, que em grande parte só quer mais tetas.
Manifestação 'Fora Temer' vira um 'Vem Candidato do PT' e aliados oportunistas

8 de set de 2016

Protesto petista quer 'Fora Temer' e 'Sérgio Moro na cadeia'. Fim da PM, PF, do MP e censura da imprensa?

As manifestações de petistas agora já não querem apenas 'Fora Temer' e 'Sérgio Moro na cadeia', já estão pedindo também o fim da PM.
Petistas pedem que Sérgio Moro seja preso e seus politicos corruptos fiquem a solta
Imagem de página do MBL
Fim PF, do MP, censura da imprensa e fim da Lava-Jato será a próxima demanda? O que muito líder petista e de extrema-esquerda quer é o que estavam fazendo, puxando o Brasil para baixo para manter o povo refém de suas promessas demagógicas, como faz Maduro na Venezuela. Para militante, basta os líderes deles dizerem que é projeto do partido - pedir coisas que no fundo são ruins para o Brasil - que já temos mostra de que aceitam. Várias das demandas que citei acima já estão na cartilha da extrema-esquerda, censura de mídia disfarçada de controle ou fraude que chamam 'democratização', fim da PM não é de hoje que pedem, algum tempo atrás o PT queixou-se de não ter infiltrado gente deles na PF e MP para aparelhar as instituições e, manipulá-las. Os ataques à operação Lava-Jato por parte de petistas nem tem muito o que falar, petistas dissimulados usaram de seu poder midiático para fazê-lo, não é difícil encontrar em blogs petistas tais ataques, até grandes mídias como Folha andaram culpando a operação pela crise, quando na verdade a culpa é da corrupção e não de quem investiga e faz justiça.

Petista e a extrema-esquerda falando em democracia, hoje é a coisa mais ridícula do mundo, pois quem apoia ditaduras como de Cuba, Coreia do norte, de Maduro e diz existir democracia na Venezuela já da mostras que democracia é algo sem valor para eles, ou é algo que eles não entendem, e por isso hoje estão minguando.

A questão do 'Fora Temer' e chamar impeachment de 'golpe' é a maior canalhice do PT, pois seus líderes queriam o impeachment, pedir 'novas eleições' é uma enganação, pois Rui Falcão já disse ser inviável, é só para manter militante abanando bandeirola.

Fidel condena golpe no Brasil, mas recusa eleições democráticas em Cuba

Para Fidel, falar em golpe é fácil, fazer eleições em Cuba é que é difícil, expõe meme do MBL
Cuba não reconhece governo Temer porque Fidel é anti-democracia
Um ditador comunista que não entende nada de democracia, apenas como destruí-las, quer dar palpite e denunciar o que ele 'acha' ser um 'golpe' em uma democracia(coisa que ele não entende), é o cúmulo da canalhice. Não se poderia esperar nada diferente de uma pessoa que submeteu seu povo aos horrores de guerras, fuzilamentos e torturas, para, no final de tudo dar-lhes a pobreza generalizada, pobreza que tem algumas exceções, que são ele e seus servidores mais próximos.

Nem 1% dos eleitores de Dilma foram as ruas pedir para deixá-la no poder

Somando os eleitores de Dilma e Aécio, cerca de 5% do total foram às ruas fazer a maior manifestação do Brasil e pedir o impeachment de Dilma. No momento, impeachment é 'democracia pujante' - ao dizer a frase Dilma estava certa -, e novas eleições é golpe, manipulação petista.

3 de set de 2016

'Fora Temer' é manipulação, petista Rui Falcão diz que nova eleição é inviável

Há menos de um mês atrás, Rui Falcão e outros petistas disseram que novas eleições eram enviáveis. Agora, o PT e Rui Falcão 'dizem' que querem novas eleições. Só existe uma coisa nessa repentina mudança de posição, fingimento para iludir e manipular idiotas que ficarão pedindo o que nem mesmo os líderes petistas acreditam ser possível, o 'Fora Temer'. Na verdade, os líderes petistas nem querem novas eleições, sua sujeira foi exposta e sabem que o povo não esqueceu(candidatos chegam a esconder cores e estrelas), também por terem medo de governar a terra arrasada por eles e com parlamentares a maioria contra o PT. Porém, manipular otários sempre foi o que de melhor faziam, já na época de FHC ministro de Itamar, líderes petistas se posicionaram até contra Plano Real, agora, apostam em destruir patrimônio tornando a vida do brasileiro mais cara e fazendo o trabalhador mofar no trânsito que ele interrompem. Destruíram a economia ao governar, querem destruir o Brasil ao fazer sua oposição vândala e fascista.
Oposição ao PT, com cerca de 5 milhões nas ruas, levaram quase 2 anos para conseguir o impeachment, petistas com imagem mais suja que pau de galinheiro e sem apoio da população, se daqui 2 anos talvez consigam novas eleições - passa rápido -, em 2018 certamente ela acontecerá.
Poderia deixar para você pesquisar caso não acredite, mas para não ficar dúvidas, veja o que noticiou o site Brasil247 em 4 de agosto, um dos sites apoiadores do PT, que não calunia os petistas, mas os adversários do PT...

31 de ago de 2016

20+19 senadores não votaram para punir crime de Dilma no julgamento do impeachment

O Vem Pra Rua, no dia de hoje está exibindo 39 senadores como contra o impeachment, como não tem nenhum constando como 'indeciso', acredito que o movimento, neste momento tenha colocado aqueles que votaram contra o impeachment e aqueles que não votaram pela perda de direitos políticos de Dilma, 'tudo no mesmo saco', veja os que constam como contra:

  1. Acir Gurgacz - PDT/RO
  2. Angela Portela - PT/RR
  3. Antonio Carlos Valadares - PSB/SE
  4. Armando Monteiro - PTB/PE
  5. Cidinho Santos - PR/MT
  6. Cristovam Buarque - PPS/DF
  7. Edison Lobão - PMDB/MA
  8. Eduardo Braga - PMDB/AM
  9. Elmano Férrer - PTB/PI
  10. Eunício Oliveira - PMDB/CE
  11. Fátima Bezerra - PT/RN
  12. Gleisi Hoffmann - PT/PR
  13. Hélio José - PMDB/DF
  14. Humberto Costa - PT/PE
  15. Jader Barbalho - PMDB/PA
  16. João Alberto Souza - PMDB/MA
  17. João Capiberibe - PSB/AP
  18. Jorge Viana - PT/AC
  19. José Pimentel - PT/CE
  20. Kátia Abreu - PMDB/TO
  21. Lídice da Mata - PSB/BA
  22. Lindbergh Farias - PT/RJ
  23. Maria do Carmo Alves - DEM/SE
  24. Otto Alencar - PSD/BA
  25. Paulo Paim - PT/RS
  26. Paulo Rocha - PT/PA
  27. Raimundo Lira - PMDB/PB
  28. Randolfe Rodrigues - REDE/AP
  29. Regina Sousa - PT/PI
  30. Renan Calheiros - PMDB/AL
  31. Roberto Muniz - PP/BA
  32. Roberto Requião - PMDB/PR
  33. Roberto Rocha - PSB/MA
  34. Rose de Freitas - PMDB/ES
  35. Telmário Mota - PDT/RR
  36. Valdir Raupp - PMDB/RO
  37. Vanessa Grazziotin - PCdoB/AM
  38. Vicentinho Alves - PR/TO
  39. Wellington Fagundes - PR/MT

Agora, veja que 19 que vem duramente sendo criticados pelo MBL, pois votaram sim ao impeachment, mas, na hora de votar pela perda de direitos políticos de Dilma, não votaram a favor:

  1. Acir Gurgacz (PDT-RO)
  2. Antonio Carlos Valadares (PSB-SE)
  3. Cidinho Santos (PR-MT)
  4. Cristovam Buarque (PPS-DF)
  5. Edison Lobão (PMDB-MA)
  6. Eduardo Braga (PMDB-AM)
  7. Hélio José (PMDB-DF)
  8. Jader Barbalho (PMDB-PA)
  9. João Alberto Souza (PMDB-MA)
  10. Raimundo Lira (PMDB-PB)
  11. Renan Calheiros (PMDB-AL)
  12. Roberto Rocha (PSB-MA)
  13. Rose de Freitas (PMDB-ES)
  14. Telmário Mota (PDT-RR)
  15. Vicentinho Alves (PR-TO)
  16. Wellington Fagundes (PR-MT)
  17. Eunício Oliveira (PMDB-CE)
  18. Maria do Carmo Alves (DEM-SE)
  19. Valdir Raupp (PMDB-RO)

Todos os 19 estão na lista do Vem Pra Rua que constam contra o impeachment - seriam os que votaram contra impeachment e aqueles que não quiseram justa punição para a ex-presidente. Para quem não entende o erro destes 19 Senadores, é bom saber que, como eles foram considerados juízes e o julgamento era um julgamento, a decisão deles pode abrir precedente para casos de impunidade em outros julgamentos de corruptos, ou pior, a decisão deles por não punir, abre caminho para que outro partido peça um novo julgamento com impeachment e sua punição sejam votados novamente e juntamente.
Veja 21 senadores que votaram contra haver julgamento do impeachment

Fontes:

Imagem/print do mapa do Vem pra rua
20+19 senadores votaram a favor do de Dilma no julgamento do impeachment
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...